O que é o Azure?

A Microsoft, empresa mundialmente conhecida pela produção de soluções inovadores em software e hardware, lançou em 2010 a plataforma de serviços em nuvem capaz de oferecer aplicações para diversos setores produzidos.

Naquela época, esta plataforma era denominada como Windows Azure, o objetivo da empresa com o lançamento dessa suíte era possibilitar aos seus usuários uma forma de centralização dos aplicativos e serviços utilizados pelos seus clientes ao longo dos anos e através dessa centralização de aplicações, fornecer aos clientes uma plataforma para aumentar a produtividade de forma inteligente e inovadora.

O Microsoft Azure surge então, como uma inovação em serviços em nuvem para revolucionar o mercado de negócios em aplicativos, machine learning/Inteligencia Artificial e soluções em segurança da informação.

Desta forma, podemos dizer que o Microsoft Azure é uma suíte de serviços que segue o modelo de computação em nuvem, funcionando em dois níveis de serviço: SaaS (Software as a Service) e PaaS (Plataform as a Service).

  • SaaS: Serviços em nuvem oferecidos em SaaS são todos os softwares disponibilizados ao usuário final, ou seja, os usuários deste tipo de ferramentas. O desenvolvedor pode encontrar uma infinidade de aplicações já instaladas juntamente com o Azure que possibilitam agilidade e eficácia na produção de novas aplicações.
  • PaaS: O nível de plataforma como um serviço oferece várias funcionalidades para desenvolvedores e programadores. Neste nível são disponibilizados vários recursos em nuvem para a criação, teste e distribuição de aplicativos em nuvem. Vários desenvolvedores ao redor do mundo já utilizam o Azure para criar e distribuir suas aplicações para seus clientes.

A principal vantagem de utilizar o Microsoft Azure é o fato de ser uma nuvem híbrida, isto é, para utilizar está suíte de aplicações não é necessário um alto investimento para trocar todos os equipamentos que você utiliza em seu processo produtivo, basta contratar o serviço e fazer a migração para a nuvem progressivamente.

Quais são os serviços oferecidos pelo Azure?

A plataforma Microsoft Azure oferece uma infinidade de serviços para criação de soluções em diversas áreas de atuação. Poderíamos fazer uma lista com todos as possibilidades oferecidas pela plataforma, porém seria demasiadamente longa, por isso vamos falar das funcionalidades de acordo com as suas áreas de aplicação. Confira abaixo:

  • Banco de Dados: Não importa qual o banco de dados que você utiliza, a Azure já é compatível com a maioria dos softwares de banco de dados disponíveis no mercado, desta forma, o analista pode estender seu trabalho para a nuvem sem prejuízos e esforços elevados.
  • Big Data e Inteligência Artificial: Diversas ferramentas prontas para a execução de análises complexas, mercadológicas, científicas, identificação de padrões, soluções em inteligência artificial para insights em negócios, vendas, saúde e outras áreas.
  • Armazenamento em Nuvem: A forma mais clássica dos serviços em nuvem também está presente no Azure, desta forma é possível trazer o volume de dados e informações e armazená-los totalmente na nuvem.
  • IoT: Internet das coisas é uma das tecnologias mais faladas do momento. O Azure tem diversas aplicações para desenvolvedores que trabalham nesta área.
  • Serviços de Mídia: A plataforma possui também funcionalidades para transmissão de eventos em tempo real.

Vendo todas essas possibilidades, o desenvolvedor interessado em migrar seus processos para a nuvem pode se perguntar sobre as questões de segurança e se interessar em saber mais sobre as metodologias propostas pelo criador da plataforma para manter a integridade das informações. Por este motivo vamos mostrar 4 motivos pelos quais o Azure é uma plataforma segura:

  • Ciclo de Desenvolvimento de Segurança: O Ciclo de desenvolvimento de segurança da Microsoft, ou SDL (da sigla em inglês) é um modelo de desenvolvimento de software utilizado pela Microsoft e tem por objetivo colaborar com o desenvolvimento de software com maior segurança.

É um dos pilares centrais que a Microsoft utiliza nas práticas de programação, ou seja, o Azure é planejado e desenvolvido segundo as próprias metodologias criadas e testadas ao longo da vasta experiência que a Microsoft possui no mercado de software.

Este modelo de boas práticas de programação é compartilhado livremente com os usuários do Azure, o que promove o desenvolvimento de ferramentas segura entre os próprios usuários da plataforma.

  • Controle de Segurança: A plataforma Azure foi desenvolvida e sua manutenção é realizada seguindo rigorosos controles de segurança. Isto significa que a plataforma conta com mecanismos de prevenção, defesa e reação no caso de possíveis ataques.

Além disso o Azure dispõe de ferramentas para autenticação e controle de acesso, isto evita que desenvolvedores não autorizados tenham acesso à sua suíte de aplicativos e ainda alguns programas de verificação e detecção de atividades maliciosas.

Outro ponto positivo para a segurança do Azure é a autenticação de acesso em dois fatores, isso reduz significantemente o risco de acessos não autorizados e vazamentos de informações armazenadas na plataforma.

  • Gerenciamento e resposta a incidentes: O Azure é monitorado continuamente, ou seja, conta com um sistema de monitoramento e resposta que atua em regime 24×7. O sistema é capaz de responder a ataques de forma a mitigar os efeitos e proteger as informações dos clientes.

A Microsoft possui uma equipe de gerenciamento de incidentes engajada em estabelecer normas e procedimentos para gerenciamento de risco que segue os seguintes preceitos para manter a integridade dos dados:

  • Identificação da ameaça
  • Contenção
  • Erradicação
  • Recuperação dos dados
  • Melhorias a serem implantadas

Este modelo de atuação torna o Azure uma plataforma que dá total prioridade à segurança de seus usuários.

  • Atualizações constantes: Os mecanismos de proteção do Azure são continuamente atualizados de acordo com as vulnerabilidades conhecidas. O Azure é capaz de fazer uma varredura no sistema para identificar quais ferramentas devem ser instaladas e atualizadas para diminuir o risco de vazamentos ou perda de informações.

Esses são os 4 principais motivos pelos quais o Azure é uma plataforma segura para aplicações em negócios. Para mais informações você pode consultar entre em contato conosco, estaremos a disposição para ajudar.

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NEWSLETTER

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here